Tic Tac Toc

Estamos todos convidados a dançar e a pensar… ou a pensar e depois dançar?! Enfim, veremos…

Entre os opostos, paramos para pensar, ao tempo de um tempo que que não para.

Entre movimentos e música, alertamos para a importância da criação e das artes na construção de percursos.

A brincar, formulamos perguntas, abordamos temas sérios e provocamos as crianças a acreditar num mundo melhor e a filosofar, através da dança!

 

Na 18ª criação para as crianças, a DançArte prossegue o desafio introduzido com os últimos espetáculos, de pensar através da dança…Pensar, questionar, reflectir, sugerir, criar, imaginar, são palavras que devem estar presentes na dinâmica social das crianças.

Através da arte é possível surpreender, pensar de forma divertida, partilhar pontos de vista e trabalhar a imaginação.Ao longo deste espectáculo, pequenos quadros soltos e abstractos, motivam pensamentos, suscitam questões e convidam opiniões.

Com um pé na dimensão artística e outro na filosofia para crianças, esta criação é mais que um espectáculo; é uma viagem a um mundo de ilusão que se assemelha ao real e que aborda as questões globais do pensamento.

Estreia Novembro de 2015 (18ª produção crianças)

Semana(s) da Dança 2015, Cine Teatro S. João, Palmela

 

Coreografia e figurinos Sofia Belchior – colaboração dos interpretes

Composição musical António Machado

Música Excertos de peças de Bethoven

Texto Sofia Belchior

Voz Joana Machado

Desenho de luz e técnica António Machado e Sofia Belchior

Interpretação DançArte – Companhia residente no Teatro S. João, Palmela

Inês Maló e Ricardo Mondim

Imagem gráfica Utopia designers

 

Produção Passos e Compassos/ 2015