Ciclo IN OUT – 2008/2012

IN OUT propõe desafios ousados e abrangentes que motivam criações artísticas, inéditas e arrojadas, obrigam a novas abordagens técnicas, envolvem mais recursos à volta da dança, abrangem novos públicos e divulgam o concelho de Palmela.

Neste ciclo, a dança surge entrelaçada com outras áreas, enriquecendo os espectáculos e tornando-os realidades transversais.

 

Criar especificamente para espaços exteriores ao Teatro, potencia as criações da DançArte, enriquece a oferta cultural na região e promove o património e a cultura local.

 

As peças que a DançArte propõe ao público neste ciclo, surgem dos opostos, como ponto de partida e dos espaços seleccionados como ponto de chegada.

Por entre as viagens pelo mundo filosófico e pela história dos espaços, lançamos uma outra forma de partilhar a criação.

CONVIDADOS/ PARCERIAS

Sociedade Filarmónica Humanitária

Sociedade Filarmónica União Agrícola

Grupo Coral Ausentes do Alentejo

Bardoada – Grupo do Sarrafo

Criadores e intérpretes de várias áreas

  

ESPAÇOS

Casa Mãe Rota dos Vinhos

KIP – Kartódromo Internacional de Palmela

Casa Ermelinda Freitas

Palácio Rio Frio – turismo Rural

Dança | Coreografia

Neste ciclo, a criação em dança, motivada pela experiência vivida, pelos criadores e interpretes, em locais específicos, surge entrelaçada com outras áreas, enriquecendo os espetáculos e tornando-os realidades transversais, em diferentes momentos.

As realidades micro e macro, cruzam-se e refletem-se nos elementos criativos, desenhando novos cenários ao olhar do público. O pormenor, torna-se importante e imenso e definem-se grandezas.

– Sofia Belchior

 

Música

A música é criada em torno da viagem proposta, inspirada nos espaços e nas histórias; Cria mundos e veste a dança, transformando-se várias vezes.

Rica, diversificada e com uma abordagem moderna, constrói-se com base em novas vertentes de composição e de interpretação ao vivo.

– António Machado

 

Fotografia

Desde pequenos que temos pequenos interesses, e somos absorvidos por pequenas paixões. Algumas perdem-se, outras mantêm-se, evoluem, e tornam-se parte integrante da nossa vida. Após dez anos na prática de design industrial, a paixão pela fotografia cresceu e motivou a mudança.

Agora como fotógrafo comercial trabalho exclusivamente em fotografia de produto, publicidade e editorial, mantendo em paralelo projetos pessoais, para executar ideias próprias e explorar a criatividade.

Trabalhando com a DançArte, há mais de 15 anos, numa capacidade ou outra, abrimos agora espaço para projetos em conjunto, integrando a dança e fotografia.

– Carlos Teixeira